GRIS

A grandiosidade de GRIS

 

GRIS, um indie do estúdio Nomada, distribuído pela Devolver, é uma obra de arte.

Com comandos simples e gráficos lindíssimos, temos GRIS. A arte do jogo lembra bastante Child of Light, e também possui uma protagonista, mas que dessa vez não lutará contra monstros para salvar ninguém; trata se de uma história delicada que aos poucos é revelada, de maneira suave e encantadora.

Pelo menos foi assim que me senti ao me movimentar pelo cenário, graciosamente, e durante essa movimentação, você se encontra em um mundo quase sem cores e em ruínas de uma garota sem voz e abatida.

Resultado de imagem para Gris

GRIS mostra, de forma artística, o luto, a depressão e a batalha desse percurso para superação. Enquanto você percorre os cenários em 2D, pedaços de sua memória são encontrados, habilidades são conquistadas e diversos puzzles sutilmente serão solucionados para avançar; o jogo deixa claro que seguir em frente é a sua única opção. E todas essas memórias são a chave para a personagem conseguir “forças” em formas de novas habilidades para auxiliá-la em sua jornada.

giphy

Este é um jogo que realmente me surpreendeu. Sim, o tema é triste, mas a forma como demonstraram isso in game é o que nos deixa boquiabertos, pois, a cada conquista e descoberta, o cenário se enche de cores, como se na mente da personagem fossem criados laços com a sua vida real, dando sentido às suas emoções.

Ao longo de sua jornada, sons e imagens completam a jogabilidade tão delicada, pintando e organizando partes quebradas de sua mente confusa e ainda em descoberta.

 

2acd066272683fd638cd754f6e8215f1

 

Não espere um jogo longo, GRIS é relativamente curto, a gameplay é fácil e a sua progressão é bem satisfatória, você está constantemente querendo saber no que essa história toda vai dar!

Não perca a oportunidade de jogar esse game, garanto que você não irá se decepcionar, e ele sempre aparece em promoções na Steam!

GRIS alcançou nota 84 no Metacritic para PC!

E ontem, na The Games Awards 2019, foi vencedor, merecidamente, do prêmio “Melhor Jogo com Impacto Social”.

Até o próximo!

 

giphy (1)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: