S2P #5 – Lorde

Olá, damas e cavalheiros, tá no ar o quinto S2P.

Para esse episódio, vou falar sobre um cinematic trailer. Lembrando que o Sounds 2 Players aborda música e jogos, e não apenas trilhas sonoras originais.

E vale ressaltar que a função do S2P é conectar música com o jogo, de todas as maneiras possíveis. Inclusive, sempre estou aberto a sugestões.

Hoje vamos falar sobre a cinematic mais comentada do ano de 2014, a de Assassin’s Creed Unity, com um cover da cantora Lorde. É o tipo de trailer com a música certa que te deixa com vontade de jogar.

A Ubisoft escolheu o cover de Everybody Wants to Rule the World, do Tears For Fears, para usar no lançamento do trailer oficial do Assassin’s Creed : Unity, na E3 de 2014.

Sim, você que é mais novo, talvez não conheça Tears For Fears, um projeto sensacional e extremamente influente. O TFF é uma dupla de sythpop e new wave formada na Inglaterra, em 1981. Talvez o expoente máximo do gênero, TFF é conhecido por criar ótimas melodias e usar sintetizadores com maestria, resultando em ótimas músicas e grandes hits.

Dentre as melhores e mais conhecidas músicas do Tears For Fears estão: Shout, Head Over Heels e Mad World – que teve uma versão utilizada no filme Donnie Darko –, além da própria Everybody Wants To Rule The World.

 

O som da Lorde é considerado pop eletrônico e synthpop. A cantora de 23 anos tem dois álbuns de estúdio, Pure Heroine e Melodrama, que foi lançando em 2017, ambos muito elogiados pela crítica musical. O cover foi bem executado, e o arranjo, bem feito. Ela conseguiu explorar sua voz, principalmente a parte grave. E, inclusive, uma das coisas que me agrada em seus trabalhos são a voz e os backing vocals, um elemento que gosto muito. No cover você consegue ouvir o grave e agudo somando com um toque intimista, é bem gostosinho.

O jogo em questão é o grande e polêmico Assassin’s Creed Unity, lançado em novembro de 2014. Apesar de o jogo ter sido lançado com vários problemas e bugs, ele me impressionou graficamente. Porém a Ubisoft pecou na história e um pouco no carisma do personagem principal. Foi a primeira vez, na franquia dos assassinos, em que houve o co-op no gameplay, e isso somado ao ótimo gráfico e a melhoria na jogabilidade, pesou para que o jogo fosse, para mim, um dos melhores de 2014. Apesar das duras críticas e os 20 de FPS nos consoles, teve notas 70/100 no PS4 e 73/100 no Xbox One.

A Ubisoft deu o jogo de graça em 2019 após o trágico acidente que aconteceu na capela de Notre Dame em Paris.

E, com isso, terminamos mais um Sounds 2 Players. Muito obrigado e até o próximo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: