Cavaleiros de Ouro

Olá, leitores! 

Semana passada falamos sobre o homem borracha. Quem não viu, eu sugiro que corra lá para entender um pouco mais sobre aquele tipo de material. Hoje vamos explorar outra classe de material, os metais.

Quem não se lembra da batalha das 12 casas? Onde os meros cavaleiros de Bronze, após vencer com dificuldade alguns cavaleiros de Prata, batalham com os poderosos cavaleiros de Ouro para defender Atena. Mas será possível? Quero dizer, armaduras de Bronze seriam tão mais fracas do que as armaduras de Prata ou de Ouro? Por que o Ouro é tão valioso assim? O Seiya não deveria levar uma surra do Aldebaran e voltar para casa chorando?

Para responder isso vamos ter que entender um pouco mais desses metais. Vamos olhar a tabela periódica! (Calma, para não ser tão chato eu vou colocar a tabela periódica dos super heróis aqui.)

Após gastar um tempo tentando descobrir quais são os heróis de cada elemento você vai perceber que não existe o Bronze. Isso mesmo, Bronze não é um elemento químico. Na verdade, o bronze seria uma fusão entre o Captain Canuck (Cobre – Cu) e o Sr. Sinistro (Estanho – Sn). Outra coisa interessante de saber é que quanto mais para baixo o elemento está na tabela periódica mais raro ele é no universo. Assim, se prestarmos atenção, o Gladiador Dourado (Ouro – Au) é mais raro que o Surfista Prateado (Prata – Ag), que, por sua vez, é mais raro que o Captain Canuck (Cobre – Cu).

Apesar da raridade, esses três metais são encontrados na sua forma pura na natureza, algo que poucos outros metais fazem, como, por exemplo o Vingador Fantasma (Platina – Pt). Independentemente disso, tanto o ouro como a prata e o cobre podem ser misturados com outros elementos formando ligas, para enriquecer algumas propriedades. Entretanto a maioria dos metais não são encontrados na forma pura, o Felix Fausto (Ferro – Fe) é um exemplo de material encontrado na natureza na forma de minério; nesse caso, o minério de hematita Fe2O3, precisa ser processado para, por fim, virar aço.

Além da possibilidade de ser encontrado no estado puro e da sua raridade, o ouro também apresenta intenso brilho dourado quando polido, o que justifica todo esse interesse financeiro.

Mas se for só isso, as armaduras de ouro não levam vantagem nenhuma sobre as de prata e as de bronze, certo? Vamos ver mais a fundo as propriedades do ouro.

MaterialOuroPrataCobre
Densidade (g/cm^3)19,32 10,508,96
Dureza (Mohs)2,52,53
Resistência a tração (MPa)100170210
Ponto de fusão (°C)10649611084
Módulo de elasticidade [GPa]7883130

Como podemos observar na tabela acima, o Ouro apresenta limite de resistência, módulo de elasticidade e dureza menores do que os valores do cobre. Essas propriedades indicam que em um possível confronto entre armaduras de ouro e cobre (ou Bronze), as de ouro irão riscar, deformar e romper mais facilmente do que o Bronze. Além disso, devido à alta densidade do ouro, a armadura seria muito mais pesada.

Na realidade, o ouro apresenta três características muito importantes. A primeira, já citada, é seu brilho intenso. A segunda é a ductilidade que facilita a confecção de joias. A terceira é a alta condutividade elétrica, que justifica a aplicação em alguns componentes eletrônicos.

Então é isso, pessoal, a não ser que o Mu de Áries, o Kiki e o Shion de Áries dominem uma técnica de mudar as propriedades dos materiais, melhor mesmo seria termos Cavaleiros de Poli aramida ou quem sabe Cavaleiros de fibra de carbono, que são usados em coletes por serem bem mais leves e resistentes.

Não percam mês que vem, quando falaremos do vilão do universo do Shyamalan, o vidro.

Não se acanhe, dúvidas, críticas e sugestões são bem vindas, deixe-as nos comentários, combinado?

Um forte abraço a todos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: