A Casa Torta (Filme)

Eu comecei minha vida de leitora muito jovem. Nem me lembro qual foi o primeiro livro que li, mas posso garantir que os romances policiais de Agatha Christie fizeram parte da minha adolescência. Um dos primeiros livros “adultos” que li, aos 12 anos de idade, foi Os Crimes ABC, da mestra.

Confesso que hoje em dia já não tenho tanta animação para ler algo dela, e olha que tentei. Ainda assim, fico muito empolgada quando descubro novas adaptações cinematográficas de seu trabalho. E confesso que esta aqui eu realmente não conhecia.

Não cheguei a ler A Casa Torta, embora tenha perdido a conta de quantos romances de Agatha Christie eu li. Sendo assim, fui de olhos vendados assistir a esta adaptação de 2017.

image

A atmosfera do filme é sensacional, como sempre imagino que sejam as histórias de nossa dama do crime. Noir, glamour, cenários londrinos, personagens excêntricos e muitos suspeitos.

Em A Casa Torta temos a morte de um idoso, que era o patriarca de uma família muito pouco convencional. Todos pareciam orbitar ao redor dele, e, aparentemente, o homem os mantinha sob rédeas curtas. Todos sãos suspeitos, desde sua jovem esposa, que é acusada de ser uma caça fortunas, até seus dois filhos, duas noras, a irmã de sua falecida esposa, os criados e os netos.

5149708.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx

A neta mais velha, aliás, a bela Sophia, foi quem o encontrou morto e quem contrata o detetive Charles – um charmoso jovem ex-diplomata, que presta serviços para a Scotland Yard. Há um passado amoroso entre eles, uma história mal resolvida no Cairo, onde se conheceram e onde ela o deixou de coração partido.

Apesar disso, Charles não deixa de suspeitar da moça, assim como de todos os outros familiares da vítima.

Quanto mais ele investiga aquelas pessoas, mais motivos diferentes encontra para que cada um pudesse ter sido o responsável pelo assassinato.

5084082.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx

Mas eu afirmo a vocês que a conclusão é mais inesperada do que parece.

O assassino revelado no final, quase nos últimos minutos de filme, era a minha mais forte suspeita, confesso. Porém alguns motivos me fizeram tentar descartá-lo. Quando assistirem, vocês entenderão.

Boas atuações, um elenco de peso, uma fotografia impecável e uma trilha sonora atmosférica transformam A Casa Torta em uma pedida excelente, tanto para fãs da escritora quanto para quem apenas aprecia um bom filme policial.

Assistam o trailer e confiram:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: